criatividades

Criatividade. O que a escola fez com a minha?

Há alguns anos atrás, eu escrevi  um artigo  sobre Criatividade e Inovação:Crie e criative-se

Este artigo foi escrito após ler um livro muito interessante  sobre o assunto.                                              Hoje, anos mais tarde, vejo postado no  facebook um artigo escrito  por Vivian Klafer Nunes, publicado na revista Money, abordando as mesmas questões. Será que criatividade é mesmo um quesito tão importante no mundo dos negócios, das carreiras, dos estudos?

Eu, de fato, não sou profissional da área de criatividade, muito pelo contrário, sou apenas uma educadora, mas tive curiosidade sobre o tema e o  pesquisei , justamente porque eu precisava  desenhar um treinamento cujo tema fosse  Criatividade e Inovação. Para minha surpresa, aprendi muito !
Aproveito então as colocações de Vivian e retomo aqui algumas questões importantes pertinentes.

Todos nós somos seres intrinsecamente criativos e inteligentes!
Nascemos com a criatividade latente dentro de nós! Somos crianças curiosas e vivemos a indagar “os porques” das coisas.
No entanto, alguns de nós,  perde esta capacidade  relativamente cedo, simplesmente porque não querem incomodar os mais velhos.
Você já viu aquela criança inocente na ” fase dos Porques”?
É porque que não acaba mais…e esta é uma fase muito importante no desenvolvimento cognitivo e emocional da criança, justamente quando ela ganha argumentos sobre o mundo que se encontra a sua volta.
 Outro grande problema é quando chegam às escolas! Ah! Este é verdadeiramente um grande problema!!!
 Pasmem, uma pedagoga dizendo isso…
Infelizmente !!! Digo isso com um aperto enorme dentro do meu peito.
A escola tal qual  é concebida  hoje, não estimula a criatividade, a emoção, o pensar além…muito pelo contrário, na escola de hoje, temos respostas prontas, certo e errado e … “Ai , ai… se questionar, pensar diferente e sair do quadrado…

 “Todos nós nascemos com esse potencial, porém, conforme vamos crescendo, perdemos
 esse potencial, em função dos modelos mentais que nos são ensinados”, explica a
 especialista em criatividade e inovação Maria Inês Felippe.

Quer entender o modelo mental construído dentro das escolas?
Ele não é muito diferente do modelo mental de sociedade que vivemos.
Pense comigo…trabalhamos o dia inteiro para pagar nossas contas e  tentar sustentar nossos pequenos luxos e, quando chegamos em casa, nos anestesiamos em frente a TV. Sem perguntas, sem questionamentos…
E, se alguém  resolve tirar a ordem e o sossego disso…já logo  pensamos : bandalheiros…
(…)Na prática, o fato de a maior parte dos modelos escolares darem preferência à
 “decoreba” e não ao desenvolvimento do pensamento faz com que as pessoas se
tornem adultos limitados, que não conseguem expandir sua capacidade criativa.(…).

 Será que isso já não aconteceu com a gente???
“Nós desaprendemos a usar a criatividade ao entrar na escola, porque o sistema
 educacional vigente prioriza muito mais a memorização do que o saber pensar”,
 analisa Teixeira.
Quer ser uma pessoa criativa? Pergunte, questione, pesquise, converse…
“A criatividade é “a habilidade de criar algo”…É ver a mesma coisa que as pessoas a sua volta estão vendo, mas é  enxergar algo diferente, antes deles. Para isso eu indico o exercício “E se…”.
Sempre há vários caminhos para se chegar a mesmo a um mesmo ponto!!!Tudo é uma questão de ótica!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: