Exposição em São Paulo recebe importantes obras do impressionismo

Entre as obras estão oito Renoir, sete Monet, três Cézanne, um Degas, quatro Gauguin, um Van Gogh e três Manet.

Neide Duarte São Paulo, SP

Algumas das obras mais importantes da história da arte poderão ser vistas numa exposição que começa neste fim de semana, em São Paulo.

A primeira tela a aparecer é quase uma síntese do Impressionismo: a ponte japonesa e o lago das ninféias de Claude Monet. A pintura veio de Paris, do Museu d’Orsay com outras 84 telas para a exposição “Impressionismo, Paris e a modernidade”.

Pelo valor da embalagem se imagina o valor do conteúdo. Cada uma das telas viajou numa caixa feita sob medida, com seis camadas protetoras de densidades diferentes e um sistema de isolamento térmico. Elas foram distribuídas por seis vôos diferentes vindos de Paris. Quando chegaram a São Paulo ficaram 48 horas num lugar secreto, para se aclimatar, e só depois disso foram abertas, como antigas arcas de lendários tesouros.

Vieram oito Renoir, sete Monet, três Cézanne, um Degas, quatro Gauguin, um Van Gogh, três Manet, entre tantos outros.

A curadora-chefe do Museu d’Orsay, Caroline Mathieu, que escolheu as obras para a exposição no Brasil disse que para ela está sendo uma aventura e uma redescoberta ver as telas tão próximas umas das outras, muito diferente do que acontece no Museu d’Orsay,

É uma volta ao passado, o prédio que abriga a exposição é do começo do século 20, as salas foram pintadas com tons fortes numa ambientação do século 19.

“Essas cores na verdade fazem realçar o fundo dos quadros. Essa coisa mais calorosa, bem próxima”, disse o chefe do depto de museografia do Museu d’Orsay, Virginia Fienga.

A exposição está dividida em duas partes: ‘Paris é uma festa’ mostra a cidade moderna e a vida urbana. As cenas da vida burguesa por Renoir, a garçonete num café concerto por Manet.

Um outro módulo é dedicado aos artistas que saíram de Paris e buscaram a inspiração no campo. Lá estão os trabalhos de Gauguin em Arles, Cézanne e as paisagens da Provence, formas que anunciavam uma nova transformação na arte.

A exposição acontece no CCBB-SP. Em outubro, ela vai ser transferida para o Rio de Janeiro.

 

Matéria retirada do site www.g1.globo.com.
Confira mais detalhes, clicando aqui para assistir a reportagem exibida em 2 de agosto (última quinta-feira).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: