Preocupação com o meio-ambiente

Bom Design se preocupa com o meio ambiente

Se preocupar com o meio ambiente ajuda a construir e solidificar valores em torno de um produto, embora o “ecodesign” seja uma tendência atual, Rams já previa sua importância há muito tempo, e faz do Design sustentável um dos seus 10 princípios para o bom Design.

Apostar em sustentabilidade nem sempre é uma tarefa fácil, e muitas empresas ainda não se dispõem a investir na área, que muitas vezes exige alterações em produtos, novas técnicas de produção, materiais diferentes, etc.

É importante tentar convencermos o cliente de que um produto que tem uma preocupação com o meio ambiente não é apenas mais um gasto desnecessário, mas sim um investimento na solidificação (ou até mesmo na construção) dos valores da empresa, tão importantes hoje em dia, uma vez que cada vez mais os clientes se preocupam com o contexto social das marcas e produtos. Além disso, investir em ecodesign é investir em um futuro melhor, investir em técnicas sustentáveis que não vão desgastar o planeta.

Hoje em dia vivemos uma forte tendência ao descarte, afinal, comprar se tornou uma tarefa diária, e cada vez mais acessível, criar produtos mais duráveis, produtos que resistam ao tempo, esteticamente agradáveis, etc, são atitudes que ajudam a combater o descarte desnecessário, além de fortalecerem a marca, uma vez que o produto começa a fazer parte do cotidiano da pessoa.

Na hora de investir em um Design sustentável, diversos fatores devem ser levados em consideração. No livro Design de Identidade da Marca, Alina Wheeler cita uma série de perguntas que o designer, ou a equipe inteira, devem se fazer durante a etapa projetual:

  • Precisamos mesmo?
  • Foi projetado para minimizar o desperdício?
  • Pode ser menos, mais leve ou feito com menos materiais?
  • Foi projetado para ser durável ou multifuncional?
  • Utiliza recursos renováveis?
  • A reutilização é prática e estimulada?
  • O produto e a embalagem podem ser reutilizados, reciclados e concertados?
  • É feito de materiais reciclados ou reaproveitados? Caso afirmativo, quanto?
  • Os materiais estão disponíveis em uma forma menos tóxica?
  • Vem de uma empresa social e ambientalmente responsável?
  • É fabricado na região?

Essas perguntas, presentes no livro Design de Identidade da Marca (uma ótima indicação de livro para se ler, para qualquer Designer que quer saber como fortalecer ou criar uma marca) são de autoria de Chris Hacker, vice-presidente sênior de design da Johnson & Johnson, sendo assim uma ótima orientação na criação de um “produto verde”.

Ressalto aqui a importância de se ter comprometimento e se honesto com aquilo que esta prometendo, ou seja, considerar todos as aspectos do seu produto antes de assumir publicamente que se trata de um projeto sustentável. Os usuários em geral se tornam cada vez mais analíticos, e qualquer “falha” será facilmente descoberta, o que pode acarretar uma série de problemas, além de ser prejudicial para a imagem do produto e da marca a qual ele pertence.

Wheeler cita, de forma bem direta e sucinta 33 pontos de contato da sustentabilidade, ou seja, 33 fatores em que as empresas podem fazer a diferença. Esses pontos vão desde redesenhar o processo de fabricação até a  valorização da saúde e do bem-estar.

Do princípio ao fim

O projeto sustentável começa em sua fabricação, onde devem ser priorizadas técnicas que não agridem o meio ambiente, passando pela estratégia de venda e usabilidade do produto, que também devem manter a consciência verde e finaliza no descarte dele, que deve sempre ser prevista para evitar aumento de lixo, sendo a reciclagem ou reaproveitamento ótimas alternativas. Na minha opinião um produto que pode ser reutilizado é muito mais eficiente que um que pode ser reciclado, uma vez que a reciclagem ainda anda a passos lentos no Brasil.

As demais empresas envolvidas no desenvolvimento do produto (gráficas, fabricas de papel, etc) devem, preferencialmente, seguir parâmetros semelhantes. Assim o produto adquire status de sustentável em todos os seus aspectos.

Inove em seus projetos, vá atras de novas técnicas e novos materiais; seja universal na estética, projeto produtos que sejam duráveis e não priorizem pelo descarte desnecessário,

É isso ai pessoal até a próxima,espero que tenham gostado e ‘Stay TRIUMPHANT♥’

 

(♥)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: