Festival de Cannes

Festival de Cannes é umas das cerimônias de premiação mais tradicionais e importantes do mundo do cinema. Assim como o Oscar, a premiação escolhe as melhores produções feitas durante o ano. Criado no ano de 1946, Cannes é realizado anualmente, em todo mês de maio, e ocorre na cidade francesa que lhe confere o nome. Paralelamente à realização do festival, ocorre o marché du film (mercado de filmes). 

A criação do Festival de Cannes nos remete ao final da década de 30. Naquela época, os governos fascistas estavam no poder e tinham enorme influência sobre as escolhas feitas na Mostra de Veneza, realizada desde 1932 no Palazzo del Cinema. Dentro deste contexto, o ministro francês das Belas Artes Jean Zay cria em Cannes um festival de cinema de prestígio que se nivelasse às principais cerimônias do mundo.

A primeira edição da cerimônia foi presidida por Louis Lumière, um dos inventores do cinematógrafo. Naquela época, o festival ocorreria entre os dias 1º e 30 do mês de setembro. Porém, os planos não se concretizaram devido à declaração de guerra francesa e inglesa aos alemães. O festival só viria a ocorrer realmente em 1946. No ano seguinte e em 1950, o festival não teve continuidade por problemas monetários. Cinco anos depois, foi introduzida a Palma de Ouro como prêmio principal da cerimônia.

Um fato marcante na história do festival ocorreu em 1968, quando ocorreu uma greve geral na França, o famoso maio de 68. No dia 19 de maio, o festival sofreu uma interrupção feita por Louis Malle, que fazia parte do júri. Ele recebeu apoio de nomes importante da Nouvelle Vague como François Truffaut, Claude Berri, Jean-Gabriel Albicocco, Claude Lelouch, Roman Polanski e Jean-Luc Godard. Ambos entraram na grande sala do Palácio e fizeram a exigência da interrupção das projeções em respeito os estudantes e operários que faziam greve.

Brasil

Anselmo Duarte, ator, roteirista e cineasta brasileiro, recebeu a honraria de vencer o festival no ano de 1962. Com seu filme O Pagador de Promessas, baseado na peça de Dias Gomes, colocou o nome do Brasil pela primeira vez no cenário cinematográfico internacional e ganhou a Palma de Ouro. Entre os premiados na cerimônia estão nomes como Federico Fellini, Luis Buñuel, Akira Kurosawa, David Lynch, Quentin Tarantino, entre outros.

Brigas

Um aspecto interessante do festival são as coletivas de imprensa. Quase sempre acontecem rusgas entre os cineastas, atores e jornalistas. Uma das maiores polêmicas ocorreu com o ator alemão Klaus Kinski, que berrou e ofendeu jornalistas chamando-os de idiotas, analfabetos e mongoloides. O diretor francês Leos Carax é outro que costuma responder com silêncio, risadas sarcásticas ou frases lacônicas.

Fontes:
http://www.festival-cannes.fr/
http://www.youtube.com/watch?v=VyM68DCq9hE
http://lazer.hsw.uol.com.br/cannes.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Palma_de_Ouro

http://www.infoescola.com/eventos/festival-de-cannes/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: