arquivo

Lazaro Abreu Jr

A Corel lançou oficialmente em 20/03/2012 a nova versão do seu software de design gráfico, o CorelDRAW Graphics Suite X6 ou simplesmente CorelDRAW X6. O programa vem com suporte nativo a 64 bits e processadores multi-core. Depois de um árduo trabalho por parte dos desenvolvedores e dos beta testers (ao todo foram 10 Betas lançados) a versão final finalmente foi liberada para o público.

Segundo o gerente de Produtos da Corel Brasil, Fernando Soares Pinto, esta versão é a mais testada antes do lançamento em toda a história do software. “Essa versão teve o maior número de beta testes da história, chegaram a 10″.

Entre as principais novidades da nova versão está a chegada do aplicativo Website Creator, que permite a criação e gerenciamento de websites. O software traz também mais de duas horas de vídeos nos tópicos de ajuda, que mostram desde funções mais básicas – como variações de formas, por exemplo -, até ações de uso mais profissional do programa.

Entre as novidades, o Corel X6 ganhou novas ferramentas de desenho, que interagem diretamente com o vetor, de edição de imagem, que cortam e excluem fundos dos desenhos, e uma ferramenta de composição de cores, que cria um sistema que mantém o balanço das cores e conserva a mesma variação de tons dentro dessa paleta.

Veja o video com as melhorias e inovações da suite de aplicativos CorelDRAW X6: :

Fonte: Mundo Conectado

Anúncios

Olá galera, tudo bem com vocês?

Nosso blog está repleto de arquivos voltados para a área do design, porém muitos ainda não sabem nada sobre a carreira e o mercado de trabalho desta profissão que é uma arte. Por esta razão abaixo segue uma matéria da Revista Guia do Estudante, da editora Abril, onde explica tudo isso e muito mais.

Boa leitura!

Designer Gráfico – Bacharelado

É a criação de projetos gráficos para publicações, anúncios e vinhetas de TV e internet. O designer gráfico desenvolve o visual de jornais, revistas, livros, panfletos, anúncios e outdoors. Também cria logotipos e papelaria para firmas individuais, comerciais e industriais, com o objetivo de tornálos atrativos e facilitar a leitura. Escolhe as letras para os textos, define o tamanho das colunas de uma página impressa, seleciona e padroniza cores e ilustrações e projeta embalagens. Desse modo, torna a comunicação mais eficiente e agradável. Cuida da programação visual de marcas veiculadas em anúncios e campanhas, inclusive em espaços públicos onde a informação deve ser compreensível até para o público iletrado. No campo digital, elabora websites e CDs-ROM. Pode trabalhar em editoras, agências de design e de publicidade e birôs de computação gráfica e produtoras.

O mercado de trabalho

A figura do designer gráfico vem ganhando cada vez mais espaço devido ao surgimento de novas mídias e também pela necessidade de ampliação dos canais já existentes, como a publicidade, a internet, a telefonia celular e a mídia impressa. “Existe demanda em todos os segmentos, como finalização, vídeos, animação, mas o maior crescimento ainda é na área da web”, afirma Sergio D’Oliveira Casa Nova, coordenador do curso da Belas Artes, de São Paulo. Outra possibilidade é trabalhar como autônomo, prestando serviços para empresas, ou em pequenos escritórios de design. As vagas de emprego ainda se concentram no eixo Rio-São Paulo. “Para quem es tá começando, a melhor maneira de entrar no mercado é estagiando em empresas de designers gráficos, agências de propaganda, editoras e produtoras de vídeo e cinema”, explica o coordenador. 

Salário inicial: R$ 2.120,58 (fonte: Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal).

O curso

O currículo valoriza a formação prática em artes e comunicação visual e é composto de disciplinas como história da arte e do design, cinema, fundamentos da linguagem visual e fotografia. Há, ainda, aulas de tipografia, ergonomia, embalagem, marca e softwares de editoração. Vários cursos de Arquitetura e Urbanismo e de Desenho Industrial também preparam o profissional para atuar nessa área. A obrigatoriedade do estágio e da apresentação de um trabalho de conclusão de curso depende de cada instituição. Fique de olho: Algumas instituições oferecem graduação em design digital, com formação específica em projetos de design para interfaces de mídias digitais, como websites, animações e games. 

Duração média: quatro anos. 

Outros nomes: Artes Vis. (artes gráf.); Comun. Vis. Design; Design (comun. vis.); Design (prog. vis.); Design (web/ gráf.); Design – anim. dig.; Design de Interface Gráfica; Design Dig.; Design Publicitário.

O que você pode fazer?

Editoração eletrônica

Criar páginas de jornais, revistas, livros e folhetos, distribuindo o texto e as imagens de acordo com a linha editorial da publicação.

Programação gráfica para TV

Produzir vinhetas para emissoras e peças de publicidade.

Webdesign

Desenhar sites, interativos ou não, para a internet, considerando a melhor forma de transmitir a imagem, as informações e os serviços oferecidos pelos clientes.

—–

Você pode conferir esta matéria no site da revista Guia do Estudante:

http://guiadoestudante.abril.com.br/profissoes/artes-design/design-grafico-602419.shtml