arquivo

Arquivo da tag: esculturas

Com todo o respeito aos japoneses, mas só com a paciência, disciplina e concentração típicos do povo de olhinhos puxados para conseguir criar obras espetaculares como estas! Estou falando das inacreditáveis instalações e esculturas de Motoi Yamamoto feitas de, sal! Elemento bastante representativo nos rituais funerários japoneses, ele é a matéria-prima do artista que passou a usá-lo como forma de aliviar a dor pela perda de sua irmã mais nova e assim homenageá-la. Motoi começou suas maravilhosas obras em 2001 e usando apenas uma garrafa plástica que serve para polvilhar o sal pelo chão, e as mãos, obtém os resultados que você confere abaixo. Além das instalações meticulosamente criadas e que podem exigir por exemplo, duas semanas de trabalho com 14 horas diárias, ele também faz escadas de sal (Utsusemi). A ideia é fazer um comparativo do quão somos frágeis perante os terremotos. Para demonstrar isto, após terminar cada escadaria ele simula um pequeno tremor para que os visitantes de suas exposições possam ver esta destruição. “Salgadamente legaus”!

Particularmente, essa me da até desespero só de imaginar ele construindo >.<

 

 

Fonte: http://www.motoi.biz/

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-esculturas-de-sal-de-motoi-yamamoto

Anúncios

Britânico desenvolve esculturas subaquáticas no México. Considerado o paraíso para mergulhadores ao redor do mundo, o México sempre foi um dos destinos mais procurados pelos amantes do esporte subaquático. Além de possuir águas translúcidas e de temperatura ideal para a prática da atividade, uma imensa variedade de vida marinha é encontrada a poucos metros da praia. Tudo isso chamou a atenção de Jason deCaíres Taylor, artista e mergulhador inglês que largou sua vida na Europa para unir o útil ao agradável em terras mexicanas. Nascido na Inglaterra em 1974, Taylor realizou diversas viagens pelo mundo com sua família e ainda criança descobriu seu fascínio pela aventura. Durante a adolescência, o jovem garoto se interessava pela arte e através do Graffiti aprendeu o valor das intervenções urbanas em sua cidade. No entanto, foi durante uma viagem pela Malásia que encontrou sua verdadeira paixão: o mergulho. Completamente encantado por aquele universo submerso, Taylor desenvolveu as técnicas do esporte, tornando-se posteriormente instrutor em várias partes do planeta. Ao receber notícias vindas do México, informando que o Parque Nacional Marinho de Cancun, Isla Mujeres e Punta Nizuc estavam em processo de degradação devido ao enorme fluxo de turistas – aproximadamente 750 mil por ano –, Taylor teve a ideia de utilizar suas habilidades artísticas e suas técnicas de mergulho em prol da natureza.  Por meio de suas esculturas, recifes artificiais são criados no fundo do oceano, propiciando a regeneração progressiva da fauna e flora. O cimento utilizado nas esculturas é o ideal para o crescimento de coral. “Minha idéia é criar um gigantesco recife artificial que se torne o novo habitat de milhares de espécies marinhas”, observa o escultor-mergulhador. Sobre o artista -. Em 1998, especializou-se em cerâmica e escultura pelo London Institute of Arts. Através de suas obras no México, Jason deCaíres Taylor ganhou prestígio e reconhecimento pelo mundo afora. Além de milhares publicações se referindo às esculturas subaquáticas, incluindo artigos na National Geographic, Vogue e The Guardian, sua produção também despertou interesse de grandes canais de comunicação, como CNN, Discovery Chanel e BBC, que desenvolveram belos documentários sobre o trabalho. Fonte: Globo Repórter

Se você quiser dar um aviso ao zumbis do que os espera se eles vierem à procura de seu cérebro, este troféu de caça de cabeça de zumbi é tudo que você precisa ter na parede de sua casa” Criado pelo artista Andrew Martin, a escultura é muito realista! *-*

Sinistro 🙂